A escassez de Recursos Humanos em TI: causas e soluções

O setor das Tecnologias da Informação (TI) é um dos mais dinâmicos e inovadores da economia. Contudo, a atração e retenção de Recursos Humanos acaba por ser uma das grandes dificuldades para as empresas.

“O mercado de trabalho em TI em Portugal e na Europa está em constante crescimento e evolução. É um setor altamente competitivo, com uma grande procura de talentos. Em Portugal, tal como na Europa, o mercado de TI tem registado um crescimento exponencial nos últimos anos, principalmente no pós pandemia. Contudo, é inegável que atualmente se assiste a um arrefecimento global neste crescimento e existem muitas grandes empresas a reduzir headcount, inclusive profissionais de TI, pois muitas delas cresceram ao ponto de ficarem sobredimensionadas.” 

Teamlyzer – aplicação web de procura de emprego na área das TI.

Apesar deste crescimento, no ano de 2021 em Portugal, haviam cerca de 30 mil vagas por preencher em vagas de TI, sendo assim o segundo país do mundo onde há maior dificuldade em contratar talento para esta área.

Quais as causas da escassez de Recursos Humanos em TI?

Quais são, então, as verdadeiras causas desta escassez de Recursos Humanos em TI?

Em primeiro lugar, assistimos a uma rápida evolução tecnológica, o que exige uma constante atualização de skills e de conhecimento. Ao mesmo tempo, existe uma insuficiente formação e qualificação de Recursos Humanos tanto ao nível de ensino superior, como de ensino profissional.

Em segundo lugar, algumas ofertas têm uma imagem estereotipada e pouco diversificada, o que resulta numa baixa atratividade para a construção de uma carreira em TI em Portugal.

Por último, a concorrência internacional. Existem diversas empresas do mesmo setor que oferecem melhores condições de trabalho aos profissionais portugueses que, não tendo melhores oportunidades em Portugal, acabam por ir trabalhar para as empresas estrangeiras.

Como melhorar a retenção de talento nas empreas de TI?

Perguntámos à TeamLyzer – aplicação web de procura de emprego na área das TI – quais as capacidades e competências mais valorizadas nos profissionais e como estas podem ter impacto na escassez de Recursos Humanos:

“Atualmente, ter competências técnicas sólidas, como programação em linguagens populares, conhecimento em segurança da informação e experiência em cloud, é altamente valorizado. Além disso, capacidades interpessoais, como trabalho em equipa e comunicação eficaz e em inglês ganharam importância. A procura por profissionais com essas competências aumentou a competitividade no recrutamento, principalmente em perfis juniores, onde a oferta de profissionais é maior.”

Entende-se assim que o investimento em competências técnicas sólidas é altamente valorizado pelas empresas, assim como as soft skills – nomeadamente a comunicação e trabalho de equipa. Para além destas, selecionámos também outras soluções que poderão contribuir para a diminuição da escassez de Recursos Humanos na área de TI:

  • Adoção de medidas estratégicas e integradas que envolvam todo o ecossistema das TI;
  • A promoção da literacia e da cultura digital que estimule o interesse e a curiosidade pelas TI;
  • Valorização das carreiras e dos profissionais da área, através da criação de condições atrativas e competitivas;
  • A diversificação e a democratização do acesso às formações e às qualificações para aumento de oportunidades de aprendizagem a todos os níveis de ensino;
  • Cultura organizacional orientada para o bem-estar dos colaboradores.

Desta forma, acredita-se que este problema possa ser diminuído a longo-prazo.

Como melhorar a retenção de talentos em TI nas empresas portuguesas?

Segundo a Teamlyzer,

“As empresas estrangeiras estão a recrutar cada vez mais talentos em Portugal. As empresas portuguesas competem com estas empresas, por isso, para melhorar a retenção, devem oferecer salários e benefícios competitivos.

É também crucial a promoção de um ambiente de trabalho inclusivo e flexível, principalmente quanto ao regime de trabalho, que valorize o equilíbrio entre vida profissional e pessoal. Os profissionais de TI, essencialmente seniores, estão também cada vez mais exigentes em termos de remuneração.

Naturalmente, oferecer oportunidades de desenvolvimento profissional, como programas de formação e certificações são também importantes. Estabelecer uma cultura organizacional transparente e comunicativa é igualmente um aspeto cada vez mais valorizado”.

Apesar de o caminho ainda ser longo, acreditamos que o problema da escassez de talento no setor das TI possa ser contornado, essencialmente através da educação e qualificação, assim como a criação de condições atrativas para os profissionais investirem numa carreira em Portugal.

Quer saber mais sobre este tema?

Queremos deixar um agradecimento especial à Teamlyzer pela colaboração na produção deste artigo, com as suas opiniões e insights valiosos, de quem está por dentro dos verdadeiros desafios da captação de talento no setor das TI. Saiba mais sobre a Teamlyzer no seu website.

Artigos relacionados

Inteligência Artificial: Saiba como personalizar a experiência do Cliente B2B A Inteligência Artificial é uma das tecnologias mais disruptivas dos últimos tempos …

A escassez de Recursos Humanos em TI: causas e soluções O setor das Tecnologias da Informação (TI) é um dos mais dinâmicos …

Inteligência Artificial e Marketing: uma aliança poderosa A Inteligência Artificial (IA) não é uma tendência nova, está cada vez mais presente no …

Dicas de Marketing Conversacional para 2024 As estratégias de Marketing Conversacional nas empresas prometem ser uma das grandes tendências de Marketing B2B …

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top